sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Resposta do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território

Já anteriormente aqui foi referido pedido de informações sobre o mau funcionamento da Etar enviado pelo grupo parlamentar "Os Verdes" ao Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.


Fica agora resposta do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território às referidas perguntas.

domingo, 9 de dezembro de 2012

O madeiro já se encontra no adro da igreja

Ao dia e hora habitual lá chegou o madeiro ao adro da igreja, com mais ou menos dificuldades a tradição vai-se mantendo e é assim que deve continuar, o madeiro faz parte do património cultural da Terra e cabe a todos tentar preservar o nosso património. 
O madeiro de Águas é muito mais que um monte de lenha prova disso são os registos que aqui ficam.



video

"Somos a força do querer e da paixão"


sábado, 10 de novembro de 2012

Convocados da Terra para o dia da defesa Nacional


Será fornecido transporte de Autocarro.
Hora Saída: 07:30 dia 20-11-2012
Local Saída: no Largo do Município, em Penamacor

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Extinção/fusão da Freguesia de Águas

A Assembleia Municipal de Penamacor deliberou no sentido de não aprovar a extinções ou fusões de freguesias no concelho, de acordo com o disposto no art. 14º, nº 2, da Lei n.º 22/2012, e com excepção dos casos previstos no n.º 3 do art.º 6 da mesma Lei, a deliberação da Assembleia Municipal que não promova a agregação de quaisquer freguesia é equiparada, para efeitos da lei, a ausência de pronúncia. 

Nesse caso a Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território (UTRAT) deve apresentar à Assembleia da República propostas concretas de reorganização administrativa do território das freguesias - art. 14.º, n.º 1, alínia b), da Lei n.º 22/2012. 

Da aplicação do disposto no art. 6.º, n.º 1, alínea c), da lei n.º 22/2012, e uma vez que não se aplica o n.º 3 do mesmo artigo, resulta que, no território do Município de Penamacor, deverá alcançar-se uma redução de 3 (três) Freguesias. 

De acordo com a proposta da UTRAT, no concelho de Penamacor apresentou seguintes extinções/agregações:

1. Bemposta agregada a Pedrogão de S. Pedro
2. Águas e Aldeia de João Pires agregada a Aldeia do Bispo


De salientar que os critérios que  foram aplicadas pela (UTRAL) para extinção/fusão das 3 (três) Freguesia foram:

1. População 
2. A contiguidade entre Freguesias
3. Rede Viária (Distância entre Freguesias)

Existe argumentos suficientes para contestar esta fusão, seremos seriamente penalizados, a começar pelos critérios aplicados pela (UTRAL) passando pela resposta que irá dar a união das Freguesias de Aldeia do Bispo, Águas e Aldeia de João Pires à população que passara a ter 1169 habitantes no conjunto, apenas 408 habitantes a menos que a freguesia de Penamacor.

Fonte: (UTRAL)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Rancho Folclórico da Terra

Esta imagem chegou até mim pelas mãos da professora Pilar, foi-me dito que é o Rancho Folclórico que existiu em tempos, não sei se o primeiro e único ou se por ventura já existiram outros, sem mais informações fica a imagem. 

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Mau funcionamento da Etar chega ao Parlamento

No passado da 27 de Outubro o grupo parlamentar "Os Verdes" fizeram chegar à Assembleia da República pedido de informações sobre o mau funcionamento da Etar. Fica aqui as perguntas elaboradas.

27/10/2012
“Os Verdes” querem esclarecimentos sobre esgotos a céu aberto na Freguesia de Águas - Penamacor
O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, sobre os maus cheiros provocados pelos esgotos a céu aberto na Freguesia de Águas, concelho de Penamacor, e também sobre o funcionamento da ETAR que existe nesta Freguesia.
PERGUNTA:
Em 3 de Dezembro de 2003 foi lançado o concurso público, por parte da Águas do Zêzere e Côa, para a construção da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) na freguesia de Águas, concelho de Penamacor, para tratar os efluentes desta freguesia conjuntamente com os da Aldeia do Bispo e de Pedrógão de São Pedro.
Segundo a comunicação social, perto desta ETAR, construída há cerca de 8 anos, de grau de tratamento secundário, correm esgotos a céu aberto, situação grave pelo cheiro insuportável que invade a freguesia sobretudo em época estival.
Para a Junta de Freguesia de Águas, os esgotos provenientes de Aldeia do Bispo deveriam ter uma conduta própria, conforme previa o projeto inicial. Contudo, de forma a economizar algum dinheiro, o projeto foi alterado causando esta situação de mau cheiro sentida pelas pessoas da localidade.
Embora a autarquia local tenha alertado a Câmara de Penamacor, o Ministério do Ambiente e as Águas do Zêzere e Côa, ainda não foi encontrada uma solução para resolver esta situação. Os cheiros insuportáveis associados ao esgoto a céu aberto, para além de colocar em causa a saúde pública, são um mau cartão-de-visita para os aquistas das Termas de Águas Santas que estão a funcionar em regime experimental.
Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª A Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte Pergunta, para que o Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território me possa prestar os seguintes esclarecimentos:
1- Tem o ministério conhecimento desta situação?
2- Este ministério confirma que foram feitas alterações relativamente ao projeto inicial?
2.1- Se sim, quais? Quais os objetivos?
3- Porque se verifica o respetivo esgoto a céu aberto perto da ETAR?
4- Qual a entidade responsável por esta situação?
5- Que medidas estão a ser consideradas para resolver o problema dos maus cheiros na ETAR de Águas?

Fonte: Os Verdes

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Resposta do Ministério da Agricultura à plantação ilegal de eucaliptos na Terra

Sobre as perguntas direccionadas ao Ministério da Agricultura pelo partido "os verdes" sobre a plantação ilegal de eucaliptos na Terra fica aqui as respostas do Ministério:


Local de outra plantação de eucaliptos na Terra que ira ter grande impacto nas linhas de água na Terra, com consequências irreversíveis. 


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Ainda sobre a plantação de eucaliptos ilegal na Terra

Noticia emitida no dia 25 de Setembro de 2012 na RTP no programa Portugal em Directo.



Fica ainda perguntas direccionadas ao Ministério da Agricultura pelo partido "os verdes"

Comunicados 2012
Partilhar
|
Imprimir página
21/09/2012
“Os Verdes” querem esclarecimentos sobre plantação de eucaliptos, sem licenciamento, no Concelho de Penamacor
O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, sobre a plantação, sem licenciamento, de uma área de eucalipto no sítio “Casa Telhada”, no Concelho de Penamacor.
PERGUNTA:
Um abaixo-assinado feito por populares da Freguesia de Águas, Concelho de Penamacor, denuncia que foi plantada uma área de cerca de 20 hectares de eucalipto no sítio “Casa Telhada”, sem licenciamento, há cerca de meio ano. O Concelho de Penamacor é hoje, no distrito de Castelo Branco, o Concelho com a maior percentagem de eucalipto, tendo esgotado a sua cota.
Alguns habitantes da Freguesia de Águas estão preocupados com o impacto negativo que esta plantação pode ter nas culturas tradicionais de proximidade e subsistência, no equilíbrio da própria floresta e na riqueza das suas águas termais que poderão ser afetadas. A Freguesia de Águas tem cerca de 15 Km2, 330 habitantes e a maioria dos seus fregueses vive da pecuária, olivicultura e da agricultura de subsistência.
O ordenamento do território florestal é imperioso e deve ser uma prioridade nacional para que se evitem os fogos calamitosos dos últimos anos, a perda de biodiversidade e a riqueza produzida pela nossa floresta.
Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª a Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte Pergunta, para que o Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território possa prestar os seguintes esclarecimentos:
1 – Confirma o Governo que esta plantação está ilegal?
2 – Em caso afirmativo:
2.1 - Que medidas pondera o Governo desenvolver face a essa ilegalidade?
2.2 – Que razões justificam o facto de, passados mais de seis meses da plantação, as entidades inspetoras não terem atuado?


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Plantação ilegal de eucaliptos na Terra chega ao Parlamento

A noticia foi avançada pela rádio Cova da Beira, aqui fica a noticia.
O deputado José Luís Ferreira, do grupo parlamentar “Os Verdes” questionou o ministério da agricultura sobre a plantação, sem licenciamento, de uma área de 20 hectares de eucaliptos no sítio da Casa Telhada em Penamacor.
A pergunta vem na sequência de um abaixo assinado de populares da freguesia de Águas que denunciam a situação que tem cerca de meio ano. Os moradores estão preocupados com o impacto negativo que esta plantação pode ter nas culturas tradicionais e no equilíbrio da floresta e das suas águas termais.
O concelho de Penamacor é hoje, no distrito de Castelo Branco, “o concelho com maior percentagem de eucalipto, tendo esgotado a sua quota”. 

Fonte: RCB_Paula Brito

domingo, 9 de setembro de 2012

Outros tempos, outra escola


Outrora tudo era diferente, e a actual escola primária que hoje se encontra encerrada muito por culpa da desertificação do interior era cheia de jovens, rebeldia e de muitos sonhos, aqui fica um registo desses tempos, talvez alguém se reconheça nele.


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Registo da Imagem de Nossa Senhora de Fátima na Terra

É sabido que a Terra tem uma ligação próxima com a Nossa Senhora de Fátima, exemplo disso é a pintura em azulejo que se encontra no chafariz "Aparição de Nossa Senhora de Fátima" e o nome dado a Igreja Matriz "Igreja Nossa Senhora de Fátima" possivelmente tem a ver com a devoção da família Megre, principal responsável pela construção da nova igreja, o que não era sabido "pelo menos por mim" é que a imagem de Nossa Senhora de Fátima já esteve presente na Terra, pelo que se sabe terá sido no ano de 1949, não se sabendo em que circunstancias, fica o registo da sua passagem. 


quinta-feira, 26 de julho de 2012

Autoridades Investigam plantação de eucaliptos na Terra



"A limpeza de um terreno para plantação de eucaliptos está a provocar o protesto de diversos proprietários na freguesia de Águas. O caso levou 27 pessoas a subscreverem um abaixo-assinado enviado no passado mês de maio ao presidente da Câmara Municipal de Penamacor. O documento descreve "uma atividade que se encontra por licenciar", numa área de aproximadamente 20 hectares, no sítio conhecido como Casa Telhada. 
Carlos Ramos, um dos subscritores do documento, diz que antes da limpeza "havia sobreiros com abundância, que já estavam capazes de tirar cortiça", entre outra vegetação que entretanto desapareceu para dar lugar aos eucaliptos. 
Os autores da carta falam em "incumprimento florestal" e lembram que está esgotada a quota máxima de plantio de eucalipto no concelho. Este último argumento é confirmado pela autarquia, que na resposta enviada no mesmo mês a Carlos Ramos diz que no concelho "já foi ultrapassada a área de 25 por cento do território com espécies de rápido crescimento". 
A Câmara Municipal de Penamacor diz que não tem competências para agir no caso da plantação de eucaliptos, mas acionou um auto e um processo de contraordenação relativamente à mobilização do terreno.
"A mobilização de solos que não seja para fins agrícolas tinha de ter autorização da autarquia e é sobre essa que temos competências", confirmou ao Reconquista António Cabanas, o vice-presidente da Câmara Municipal de Penamacor.
Em situações normais a autarquia tinha de dar parecer sobre a plantação de eucaliptos e por norma esse parecer é negativo. 
A contraordenação pode traduzir-se numa multa e na reposição da situação original "sendo que neste caso já não é possível repor os matos", explica o autarca. O arranque dos eucaliptos é o desfecho mais provável. Até ao fecho desta edição não foi possível contactar os proprietários do terreno.
Fonte da Autoridade Florestal Nacional disse ao Reconquista que a plantação "não está a ser feita de modo legal" e comunicou o caso à GNR. A mesma fonte assume que o caso é complexo e que existem várias situações do género no distrito, que não chegam ao conhecimento público porque as pessoas não se manifestam como aconteceu em Águas.
Carlos Ramos garante que contactou várias entidades na esperança de resolver o problema fora dos jornais "mas ninguém me soube dizer nada"."

Autor:
 José Furtado
Fonte:reconquista.pt

domingo, 15 de julho de 2012

Prestação de contas S. Marcos 2012

quarta-feira, 11 de julho de 2012

PERMACULTURA na Terra

Nos dias 21, 22 e 23 de Julho vai realizar-se um curso de PERMACULTURA na Terra fica aqui uma pequena introdução e contactos para os interessados em participar.



Permacultura é um sistema de design para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza.
- Bill Mollison

Num mundo cada vez mais insustentável achamos deveras importante todas as iniciativas que lutem contra essa situação.
Nesse sentido vamos realizar nos próximos dias 21, 22e 23 um curso de introdução à Permacultura, com o formador João Jorge arquitecto, permacultor certificado na Austrália com Bill Mollison e Geoff Lawton

Temas a abordar: solo, água, bosques alimentares, planeamento, padrões naturais e ecossistemas humanos

2 dias teóricos + 1 dia prático (opcional)

Data: 21 a 23 de Julho
Limite de inscrições: 40px (20px alojamento em campismo)
Valor do curso: 55€

Inscrições e mais informações através de analoppes@sapo.pt

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Aldeia da Semana

A Terra esteve em destaque na edição do Jornal do fundão do dia 21 de Junho de 2012, as Águas foi a Aldeia da semana, para quem não teve oportunidade de ler aqui fica a reportagem.

domingo, 24 de junho de 2012

Mais um ano que se cumpriu a tradição da queima da boneca na noite da S. João, a festa foi animada, saltou-se a fogueira, cantou-se, comeu-se sardinha e bebeu-se sangria como manda a tradição. Fica o registo desta noite passada na Terra.


 

sexta-feira, 22 de junho de 2012

S, João 2012

Mais um ano que se irá realizar o S. João na Terra, com a organização da comissão de festas de S. Marcos '13. Fica aqui o cartaz e desde já estão todos convidados a vir saltar a fogueira e ajudar da comissão de festas.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Aberta época termal na Terra


Desde o passado dia 21 de Maio que se encontra aberto a estância termal na Terra aqui podem ver mais informações sobre as Termas por esta altura no ano passado.

Para mais informações ligar 277305491
Rua da Fonte Santa
6090-011

Localização

Ver mapa maior

Nota: Noticia não oficial

segunda-feira, 30 de abril de 2012

S. Marcos 2012 / Nomeação Mordomos 2013

Nos passados dia 24 e 25 de Abril deu-se por terminado os festejos em honra de S. Marcos 2012, os Mordomos estão de parabéns pela vontade e entrega que tiveram em organizar as comemorações que cada vez se torna mais difícil e só com grande vontade e coragem se consegue levar a cabo. 
Saliento aqui a comemoração religiosa que contou com a presença da Banda Filarmónica de Aldeia de João Pires que pela primeira vez tocou e cantou durante a missa, banda essa que conta com a presença de vários filhos da Terra.

Fica ainda o registo da procissão bem como a nomeação dos Mordomos para o ano 2013, no qual aqui deixamos desde já a melhor sorte.


 Mordomos São Marcos 2013
Juiz – Humberto Beleza
Tesoureiro – Serafim Matos Borrego
Secretário – João Manuel Martins Marques

Mordomos:
António Cardoso Belo
Mónica raquel Matos Belo
Clara Leitão Lourenço
Fábio Ferreira Manteigas
António Pires Cruz
Leonel Esteves
Virgini Portugal Andrade
José Manuel Pires Borrego
Luísa Robalo
Moisés Machado De matos
Ana Maria Vaz
Luís António Borrego Raposo
Paula Proença
Sandra Almeida Manteigas